Beneficiados com Proeducar começam a renegociar dívida

25/06/2013 - 08:43 - Jodevaldo Pereira / Sedecti

 O médico Diórgenes Vanderley dos Santos, que se formou com recursos do Proeducar, fez questão de procurar a Sedecti para o pagamento do crédito que recebeu quando era estudante.

Divulgação/Sedecti

Os beneficiados com o Programa de Crédito Educativo do Governo do Estado (Proeducar) que estão em débito com a administração estadual estão sendo chamados para negociação. Da última quarta-feira, 19, até a tarde desta segunda-feira, 24, mais de 170 pessoas já haviam procurado a Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) para regularizar a situação.

Conforme dados da Diretoria de Formação Profissional da secretaria, já foram negociados mais de R$ 1,7 milhão. Destes, R$ 210 mil referem-se a prestação de serviços dos estudantes já graduados.

Segundo o titular da Sedecti, Paulo Massuia, o recurso financeiro recebido dos beneficiados será utilizado para regularizar o Programa. “Nós acreditamos que com o início desse processo de recebimento teremos condições de regularizar a situação do Programa para que possamos, em breve, lançar novos editais para beneficiar outros estudantes de todo o Estado”, afirmou.

Como negociar

Devem procurar a Secretaria todos os beneficiados do Proeducar que estão com débitos, mesmo os que já concluíram o curso de graduação, desistiram ou foram excluídos do Programa. A Sedecti está informando através de e-mail os beneficiados com dívidas referentes ao Programa.

A negociação pode ser feita pela internet através do site www.tecnologia.to.gov.br, no link Proeducar/Sicoap – Sistema de Cobrança de Alunos do Proeducar. Neste sistema, é possível informar-se sobre o valor da dívida, negociá-la e ainda gerar o boleto que deve ser pago em qualquer agência bancária até o vencimento.

O beneficiado tem como opções quitar o débito à vista ou da seguinte forma: até 50% do valor total em prestação de serviços ao Governo e o restante da dívida em até uma vez e meia o correspondente ao período de utilização de seu benefício. Ou seja, quem utilizou o crédito por quatro anos, poderá parcelar seu débito em até seis anos, por exemplo.

Proeducar

O Proeducar é um programa de crédito educativo do Governo do Estado que tem o objetivo de financiar parcialmente os cursos de graduação de estudantes carentes matriculados em instituições de ensino superior não gratuitas no Tocantins. O valor financiado pode chegar a 85% do valor da mensalidade.

A instituição de educação superior oferece um desconto de 20%, cabendo ao acadêmico somente uma pequena diferença. O Programa já beneficiou mais de cinco mil estudantes carentes no Estado e já investiu cerca de R$ 51,4 milhões.

Como funciona

Se a mensalidade do curso escolhido pelo aluno é de R$ 1.200,00, por exemplo, a instituição de educação superior dá um desconto de 20%, fazendo o valor cair para R$ 960. O Governo do Estado financia até 85%, calculados a partir da renda mensal apresentada pelo aluno. No caso exemplificado, o governo poderia então financiar até R$ 816,00 e o aluno pagaria apenas R$ 144,00 mensais à universidade. Ao concluir o curso o aluno acerta os débitos com o governo.

Para outras informações, o beneficiado pode entrar em contato através do telefone (63) 3218-6313.

Compartilhe esta notícia:

Outras notícias

Vacinação contra febre aftosa começa dia 1º de agosto na Ilha do Bananal Governador Marcelo Miranda recebe o ministro dos Esportes George Hilton na Capital Inventores independentes podem realizar cadastro para ter acesso às políticas públicas oferecidas do Governo do TO Projeto Zig Zag de geração de emprego e renda é retomado pelo Governo do Estado Seduc vai implantar sistema de eficiência energética nas escolas da rede estadual Hábitos de higiene e cuidado pessoal ajudam a prevenir transmissão das hepatites Governo mantém diálogo com movimento grevista liderado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintet) Concurso para professor indígena vai ofertar 150 vagas; provas serão aplicadas em 2016 Secretaria da Saúde alerta sobre riscos de acidentes no ambiente de trabalho Salão do Livro acontece em setembro no Parque do Povo com investimento de 4,7 mi Governo do Estado retoma obras paralisadas e prevê inauguração de 12 escolas em 2015 Casa de Cultura de Paranã recebeu visita técnica de equipe do Governo do Estado nesse final de semana O processo seletivo para a escolha dos diretores escolares está previsto para agosto e já tem comissões formadas Secretário anuncia Salão do Livro, retomada de obras e outras ações em coletiva Salão do Livro 2015 vai ser realizado de 19 a 27 de setembro em Palmas Fisioterapia elabora Protocolo de Atendimento para pronto-socorro Obras em pontes e bueiros de estradas vicinais são iniciadas Escolas devem adotar frequências eletrônicas e integrar sistemas Ações do Governo do Estado levam água tratada para moradores de Pugmil Governadores da Amazônia Legal e ministros discutem demandas da região