Claudia Lelis participa de solenidade de inauguração da Via Lago em Araguaína

A governadora em exercício, Claudia Lelis, participou na manhã desta terça-feira, 14, da cerimônia de inauguração da Via Lago, em Araguaína. Na solenidade, ela deixou sua mensagem aos araguainenses, pelos 59 anos de emancipação do município e destacou os investimentos que estão sendo feitos pelo Governo nos municípios.

"Nesse dia, em que Araguaína está comemorando mais um ano da sua emancipação, trago a certeza de que o governador Marcelo Miranda continuará investindo nesta região. Aqui em Araguaína e na região, o Governo está investindo cerca de R$ 225 milhões em obras de pavimentação, construção de prédios públicos, pavimentação urbana, estradas vicinais, entre outras", destacou a governadora.

O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, comemorou os 59 anos do município e agradeceu ao Governo do Estado pelas parcerias. "Essa é uma data muito importante para todos nós araguainenses. A obra que entregamos é um presente para todos os moradores da nossa cidade. O governador tem sido um parceiro nosso, trazendo obras de infraestrutura para nós. Só temos a agradecer", enfatizou.

Obras

A Via Lago tem 1,84 km de extensão, com pistas duplas, ciclovias, áreas verdes, guarda-corpos e calçamento para pedestres. A obra começa na foz do Córrego Neblina (no cruzamento com a Avenida Filadélfia), seguindo pelos setores Mansões do Lago, Jardim do Lago, Lago Azul, Parque do Lago, Cidade Nova.

Emancipação

O município de São Vicente do Araguaia – atual Araguatins – foi o primeiro a administrar o povoado Lontra. Anos depois, a localidade passou a pertencer a Boa Vista do Tocantins, hoje Tocantinópolis. Em 1925, com a chegada de mais famílias, novas perspectivas de crescimento tomaram conta dos moradores e a primeira igreja foi erguida em homenagem ao Sagrado Coração de Jesus. A mudança de nome para Povoado Araguaína – em homenagem ao Rio Araguaia – ocorreu em 1948, com a criação do município de Filadélfia. A localidade passou a integrar a nova cidade. Já a Lei Municipal nº 86, de 30 de setembro de 1953, transformou o Povoado Araguaína em distrito. O desenvolvimento da localidade culminou com o processo de criação do município de Araguaína, conforme a Lei Municipal nº 52, de 20 de julho de 1958, que autorizou o desmembramento do distrito e, no dia 14 de novembro de 1958, a Lei Estadual nº 2.125 decretou a criação do município de Araguaína.