Polícia Militar divulga balanço positivo da Operação Carnaval 2018

A Polícia Militar (PM), por meio de suas ações, garantiu mais um Carnaval seguro e tranquilo no Estado. A Operação Carnaval 2018, que ocorreu entre os dias 9 e 13 de fevereiro, contou com o emprego de mais de 1.800 policiais militares em todo Estado, reforçando o policiamento nas cidades de maior aglomeração de pessoas.

A PM realizou policiamento a pé e motorizado nos locais onde ocorreu concentração de pessoas durante a folia, bem como bloqueios (blitze) e abordagem em pontos estratégicos das cidades. Desta forma, 4.237 pessoas foram abordadas, uma arma de fogo e oito armas brancas foram apreendidas, além de terem sido efetuadas 26 prisões em flagrante.

Quanto a veículos, 2.567 foram abordados, dentre carros, caminhões e motocicletas, sendo que 56 foram removidos por estarem em desacordo com o Código de Trânsito Brasileiro. Os policiais militares efetuaram ainda 84 infrações de trânsito.

Nos circuitos da folia, nas diversas cidades do Estado, foi registrado um número baixo de ocorrências nos locais, dentre as principais natureza são: lesão corporal, recuperação de veículo furtado/roubado, embriaguez ao volante, apoio assistencial, violência doméstica contra mulher, moeda falsa, averiguação e porte de arma branca.

Outro grande destaque foi sobre os acidentes de trânsito com vítimas fatais nas vias urbanas do estado. Operações conjuntas foram desencadeadas pela PM, em parceria com agências municipais de trânsito e o Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran/TO), bem como Polícia Rodoviária Federal. Dentro das cidades, nos períodos de Carnaval, não foram registradas ocorrências de acidente de trânsito com vítimas fatais.

Para o comandante-geral da PM, coronel Edvan de Jesus Silva, “o empenho de cada policial militar neste período de festas, juntamente com as demais Forças de Segurança Pública dos municípios fizeram com que o cidadão pudesse usufruir de um feriado prolongado seguro e tranquilo, mantendo assim, nossa tradição de um dos carnavais mais seguros do país”, destacou.