Nota de Esclarecimento

27/10/2016 - Secretaria de Estado da Comunicação Social

A Polícia Militar do Tocantins informou que o promotor de Justiça de Miracema, Vilmar Ferreira de Oliveira, depois de tentar negociar, sem sucesso, a desocupação da unidade escolar, solicitou apoio de policiais militares para acompanhá-lo até o Colégio Estadual Dona Filomena. O promotor então determinou que os policiais entrassem no prédio para pedir ao grupo de alunos que deixasse a escola.

Durante a conversa com os alunos, segundo o policiamento local, dois estudantes passaram a insultar e vaiar o promotor de Justiça e os policiais. 

Diante da situação, o promotor Vilmar Ferreira de Oliveira determinou que os estudantes fossem recolhidos. O grupo resistiu e, por isso, foi necessário o uso de algemas até a chegada à delegacia, onde estão sendo seguidos os trâmites legais.

Compartilhe esta notícia