Ruraltins promove maratona de compras de alimentos da agricultura familiar

07/04/2017 - Alaides Cardoso/Governo do Tocantins

Em continuidade às ações do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na modalidade Compra Direta Local, com doação simultânea às entidades socioassistenciais, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) promove a aquisição de produtos da agricultura familiar em diversos municípios do Estado.

Iniciada em Palmas, no dia 3, a mesma ação já aconteceu em Ponte Alta do Tocantins, Tupiratins, Porto Nacional, Novo Acordo, Itaguatins, Caseara, Pium e Peixe. Em Miranorte, o lançamento do Programa ocorre nesta segunda-feira, 10; em Couto Magalhães, na quarta-feira, 12; em Aliança do Tocantins, Crixás e Presidente Kennedy no dia 17, seguido de Rio Sono, em 18 de abril.

De acordo com o coordenador do PAA no Tocantins, Adeniux Rosa Santana, em todo o Estado 6.250 agricultores familiares estão cadastrados para comercializar sua produção ao programa. Os alimentos adquiridos serão doados a mil entidades socioassistenciais, beneficiando mais de 220 mil pessoas.

“O PAA tem alcançado ano a ano o maior número de beneficiários, quer seja agricultores ou entidades, graças às parcerias que temos com os municípios e as entidades. É um mercado de grande importância, mais uma alternativa de comercialização para o produtor. Eu acredito que esse programa só tende a crescer”, afirmou o coordenador, acrescentando ainda que o recurso para 2017 é de aproximadamente R$ 14 milhões.

PAA

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é fruto de um convênio firmado entre o governo do Estado e o Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), sendo executado pelo Ruraltins em parceria com as Prefeituras Municipais e o Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea).

O PAA possui duas finalidades básicas que são: promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar. Para o alcance desses dois objetivos, o Programa compra alimentos produzidos pela agricultura familiar, com dispensa de licitação, e os destina às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e àquelas atendidas pela rede socioassistencial e pelos equipamentos públicos de alimentação e nutrição.

Como participar

Para participar do Programa, o agricultor deve ser identificado como agricultor familiar, enquadrado no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). A identificação é feita nos escritórios do Ruraltins, por meio de uma Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). Cada agricultor pode comercializar até R$ 6.500/ano.

Compartilhe esta notícia