Sine de Araguaína realiza a 4ª edição do dia D de Contratação da Pessoa com Deficiência

29/09/2017 - Luciano Dourado/Governo do Tocantins

“Queremos fomentar o mercado a abrir mais vagas para pessoas com deficiência por meio do cumprimento da Lei de Cotas; almejamos muito ampliar o número desses trabalhadores no mercado formal de trabalho”, dessa forma a diretora do Sistema Nacional de Empregos (Sine), Glaucia Branchina, representando a secretária de Estado do Trabalho e Assistência Social (Setas), Patrícia do Amaral, falou na abertura do Dia D de Inclusão Social e Profissional das Pessoas com Deficiência e dos Beneficiários Reabilitados do INSS. A solenidade de abertura do evento, promovido pelo Governo do Estado por meio do Sine, ocorreu na manhã desta sexta-feira, 29, em Araguaína, localizada a 384 km da Capital.

Vanessa Montenegro, auditora fiscal do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), disse que a intenção do MTE e do Sine com esse evento é possibilitar a aproximação entre trabalhadores com deficiências que buscam a inclusão no mercado de trabalho, e fortalecer as políticas da empregabilidade dos deficientes. “Contabilizamos em Araguaína 13 empresas com dificuldades para inserir os deficientes no quadro de seus funcionários. Por meio da auditoria fiscal do MTE, notificamos e convocamos para comparecerem ao Sine de Araguaína, de modo a facilitar essa interação entre a empresa e a pessoa a ser contratada”, disse.

O representante da empresa Iluminare Engenharia, Fábio Costa, de 41 anos, disse que: “é de fundamental importância este trabalho, visto que a contratação de pessoas com deficiência em nossa empresa faz parte de nossos valores, e temos que nos adequar para que esses contratados possam desenvolver melhor suas atividades em nosso ambiente de trabalho”. 

Em busca de mais uma renda, Marizete Barros, de 48 anos, observa que “é muito gratificante esse dia, pois aqui podemos falar das nossas experiências de vida diretamente com os representantes das empresas, pois sei que aquelas que têm muitos funcionários são obrigadas a nos contratar, e é isso que eu farei hoje; estou muito confiante em conseguir meu emprego”.

Dia D

O evento reúne, no posto do Sine de Araguaína, as empresas obrigadas, ou não, pela Lei de Cotas (Lei Federal nº 8.213/91) a contratarem pessoas com deficiência e os trabalhadores que por alguma limitação física ou psíquica encontram dificuldades para se inserirem no mercado de trabalho.

Compartilhe esta notícia