Meio ambiente oferta 21 cursos gratuitos aos gestores municipais

02/10/2017 - Suene Moraes/Governo do Tocantins

As inscrições para o Programa de Capacitação de Gestores Ambientais Municipais foram prorrogadas para o dia 15 de outubro. Ao todo, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) oferta gratuitamente 21 cursos para gestores, membros dos Comitês de Bacias Hidrográficas, sociedade civil e técnicos do interior na área de meio ambiente, e as inscrições podem ser realizadas pelo link: http://bit.ly/CapacitaÇÃO

Os interessados podem escolher a capacitação conforme as seguintes áreas de interesse: ICMS Ecológico; Plano Municipal de Educação Ambiental; Plano Municipal de Meio Ambiente; Sistema Municipal de Meio Ambiente; Coleta de Óleo de Cozinha Usado; Viveiro Sustentável de Mudas e Quebra de Dormência; Agroecologia (Produção Orgânica e Certificação); Como Implantar uma Horta; Construção de Curral de Pneus; Resíduos Sólidos e Coleta Seletiva; Agenda 21 Municipal; Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P); Municipalização do Licenciamento Ambiental; Programa de Proteção e Recuperação de Nascentes e Matas Ciliares, Áreas de Proteção Permente (APPs); Projeto Barraginhas; Apicultura em pequenas propriedades; Cadastro Ambiental Rural (CAR) e Programa de Regularização Ambiental (PRA); Comitê de Bacia Hidrográfica; Manejo Integrado do Fogo (MIF)/Brigada de Incêndio; Educação Ambiental para a Gestão das Águas; e Criação de Unidade de Conservação Municipal.

Os cursos oferecidos foram escolhidos, após um levantamento da Semarh com os municípios. “O objetivo capacitar os agentes responsáveis pela elaboração e pela implementação da Política Municipal de Meio Ambiente”, informou a secretária da pasta, Meire Carreira. “Assim, contribuindo para impulsionar positivamente a gestão ambiental compartilhada, resultando em melhorias na realização das atividades técnicas e administrativas relacionadas à questão ambiental”, acrescentou. A capacitação está ligada às ações desenvolvidas pela Semarh.

O Programa visa ainda planejar, implementar, monitorar e avaliar a Educação Ambiental no Estado; promover a construção coletiva das estratégias para o fortalecimento da Educação Ambiental nos municípios; incentivar a recuperação de APPs e a proteção da fauna nos municípios; usar a comunicação como estratégia de exposição das ações de Educação Ambiental; incentivar e fortalecer a gestão ambiental municipal.

Compartilhe esta notícia