Agricultura participa da abertura do curso de Regularização Ambiental da Embrapa

09/10/2017 - Eliane Tenório/Governo do Tocantins

Com a proposta de apoiar as ações realizadas em parceria com a Embrapa no Tocantins, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária (Seagro), participou, na manhã desta segunda-feira, 9, da abertura do curso de capacitação Adequação ambiental da propriedade rural – A aplicação do Programa de Regularização Ambiental (PRA). O evento prossegue até quarta-feira, 11, e é resultado dos esforços da equipe de desenvolvimento do Projeto Biomas, com a parceria entre Embrapa e Confederação Nacional da Agricultura (CNA).    

“Essa é mais uma parceria que temos com a Embrapa, junto com o Ruraltins [Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins] e a Semarh [Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos] para a discussão ambiental das propriedades rurais, sobre as Áreas de Proteção Ambiental Permanentes, segmento que é um dos mais importantes, tanto para a economia como para a preservação ambiental”, disse o gestor da Seagro, Clemente Barros.

Segundo o secretário, a proposta faz parte de uma discussão ainda mais ampla, que é a construção e a aprovação do Código Florestal do Tocantins, a exemplo do Código Florestal Brasileiro, mas com suas peculiaridades e respeitando os biomas existentes no Estado. “O documento foi elaborado em conjunto com diversas instituições e se encontra na Assembleia Legislativa para discussão e aprovação”, explicou.

No evento, o chefe-geral da Embrapa, Alexandre Aires de Freitas, destacou a importância das parcerias. “Acredito que, em conjunto, podemos fazer um trabalho sólido para as adequações necessárias e promover o Código Florestal do Tocantins”, afirmou, ressaltando o trabalho em conjunto com a Seagro visto que, praticamente, toda a agenda da Embrapa passa pela parceria com a instituição.

Programa de Adequação Ambiental

O Programa de Adequação Ambiental de Propriedade e Atividade Rural tem o objetivo de promover a regularização dos imóveis e posses rurais, inserindo-os no sistema do Cadastramento Ambiental Rural (CAR) do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins).

Compartilhe esta notícia