Jovens em medidas socioeducativas farão provas do Enem

07/11/2017 - Luiz Henrique Machado/Governo do Tocantins

Jovens do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) e do Centro de Internação Provisória (Ceip) farão as provas do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) nos dias 12 e 13 de dezembro. Participarão do certame, 31 inscritos que, atualmente cumprem medidas socioeducativas nas unidades localizadas em Palmas, Gurupi e Santa Fé do Araguaia. Mesmo estando nas unidades, os jovens aproveitam a oportunidade para testar os conhecimentos e também a chance de uma vaga na universidade.

A participação dos 31 jovens é uma garantia da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Diretoria de Proteção dos Direitos da Criança e Adolescente, para que se cumpra um direito dos socioeducandos. O eixo educacional faz parte do Estatuto da Criança e do Adolescente, garantindo, a esse público, o direito à educação e ao esporte, entre outros. De acordo com a secretaria, a quantidade de inscritos, deste ano, é aproximadamente três vezes maior do que a do ano passado, quando apenas dez jovens fizeram as provas.

Para Naysângela Tenório, diretora da pasta, as medidas são rápidas, tendo em vista a agilidade do sistema de justiça na atualidade. “Para o adolescente que faz a prova do Enem e alcança a média, vamos cumprir mais uma meta, que é incluí-lo no sistema que vai permitir que ele se matricule e aproveite as aulas com os professores que serão colocados à disposição dele”, afirmou .

As provas serão aplicadas dentro das próprias unidades, por equipes do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que executa o Enem. Os adolescentes estão divididos em: 12 no Case em Palmas; oito no Ceip de Palmas; 12 no Ceip de Gurupi; e um no Ceip de Santa Fé do Araguaia.

Compartilhe esta notícia