Educação conclui ciclo de formação do Programa Escola Comunitária de Gestão Compartilhada

09/11/2017 - Núbia Daiana Mota/Governo do Tocantins

Membros das Associações de Apoio à Escola, das unidades de ensino jurisdicionadas à Diretoria Regional de Educação (DRE) de Palmas, estão participando, nesta quinta-feira, 9, da formação técnica do Programa Escola Comunitária de Gestão Compartilhada, oferecida pela Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc). Com o evento, a pasta encerra o ciclo de capacitações que atendeu as 13 DREs, contemplando as associações das 518 escolas da rede estadual. Na Capital, a formação foi ministrada pelas técnicas do Programa, Nélida Azevedo e Janete Sena.

Segundo Janete, o programa visa implementar ações, projetos e inciativas, com foco no avanço dos resultados educacionais. “Para que se garanta o acesso, a permanência e o sucesso da aprendizagem do aluno, é necessária a participação de todos: escola, família e comunidade em geral", enfatizou.

A diretora da DRE de Palmas, Mara Bayer, enfatizou a relevância da atuação e do envolvimento dos membros das associações nas diversas ações das escolas. “Mobilizamos as 43 escolas da nossa regional para que estivessem aqui, para juntos, reforçarmos esse programa, que é desenvolvido por meio de um trabalho voluntário em prol da melhoria constante da educação pública tocantinense. Essa colaboração se dá no processo de escuta, na reflexão e na participação de todos”, destacou. 

Uma das contempladas pela formação é a Escola Estadual Salmon do Amaral Brito, de Lagoa do Tocantins. A diretora da unidade escolar, Aline Teixeira dos Santos, ponderou sobre o papel da associação no desenvolvimento das atividades na unidade de ensino. “A melhor forma de atender as necessidades da comunidade na qual está inserida é envolvê-la nas decisões, escutar as propostas e contar com a participação dos educadores, da família e dos alunos. Já temos uma associação atuante, com muitas ações realizadas, mas essa formação vem contribuir ainda mais para o sucesso do Programa Escola Comunitária de Gestão Compartilhada”, disse.

Para o educador Hittillier José de Souza, membro da Associação de Apoio na Escola Estadual Maria dos Reis, localizada no Setor Taquari, em Palmas, a formação proporciona conhecimento e motivação aos participantes. “Acredito que esse aprendizado vem para ajudar a melhorar a nossa forma de atuação, reforçando a importância do nosso papel na construção de uma escola que faça a diferença na vida dos nossos alunos”, avaliou.

Reestruturação

As formações fazem parte das ações de reestruturação do Programa Escola Comunitária de Gestão Compartilhada, que vêm sendo implementado pela atual gestão estadual contemplando projetos e iniciativas voltadas para a consolidação de uma educação de qualidade, priorizando a participação da comunidade no planejamento e na tomada de decisões.

“Em todas as formações recebemos avaliações positivas dos participantes, parabenizando a Seduc pela reestruturação do programa, por esse contato mais próximo, com foco no fortalecimento do vínculo. Percebemos um sentimento de valorização do trabalho dos voluntários, que é importantíssimo para que o desenvolvimento das ações aconteça conforme a comunidade escolar espera”, frisou Nélida.

Compartilhe esta notícia