Escola Vila União realiza 3º Sarau Literário 

09/11/2017 - Thaís Souza/Governo do Tocantins

A Escola Estadual Vila União de Palmas promove, nesta quinta-feira, 9, o 3° Sarau Literário. O evento, que ocorre durante todo o dia, conta com diversas atividades, como peças teatrais, leitura de crônicas, apresentações de entrevistas e paródias.

Cleizenir Divina dos Santos, diretora da unidade de ensino, explicou que a culminância do projeto envolveu todos os alunos da escola. “Esse Sarau traz exposições e ações de vários projetos da escola que foram desenvolvidos durante o ano letivo, dentre eles Semana da Literatura, Biblioteca Viva e exposição de trabalhos realizados pelos alunos na sala de recursos”, pontuou.

Há 14 anos como professora da sala de recursos, Terezinha Carvalho Alves destacou que os alunos com deficiências múltiplas desenvolvem atividades nas oficinas de artesanato, música e têm atendimento específico na prática de atividades físicas. “Quando iniciamos com a sala de recursos, buscamos trabalhar com os alunos conteúdos pedagógicos. Depois percebemos a importância de desenvolver as habilidades do aluno com deficiência, e este trabalho reflete tanto no pedagógico, em sala de aula, quanto na socialização”, disse.

Por meio do projeto Vencendo as dificuldades através do lúdico, a sala de recursos atende 21 alunos do Centro de Ensino Médio Castro Alves, Escola Municipal Beatriz Rodrigues, Escola Estadual Criança Esperança, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), e Vila União. Os estudantes desenvolvem atividades duas vezes por semana, no contraturno das aulas, nas unidades em que estão matriculados.

Concentrada, Rutielly Marques, de 12 anos, disse que a sua turma realizou diversas entrevistas. “Nós levamos um questionário para casa e os nossos pais nos auxiliaram. Eles responderam a todas as perguntas e, hoje, vamos apresentar a história de quem vive em Palmas”. A estudante do 6º ano do ensino fundamental destacou que todas as respostas foram condensadas para a apresentação.

A música Aquarela, de Toquinho, foi apresentada pelos estudantes da sala de recursos, sob a coordenação do professor Teógenes Sá. Os alunos utilizaram instrumentos como triângulos, tambores e chocalhos. 

Na biblioteca, acontece a exposição dos trabalhos manuais realizados pelos alunos durante as aulas na oficina de artesanato. Terezinha Alves frisou que todos os objetos utilizados para a confecção dos materiais são reciclados. Ana Beatriz Vieira da Silva, aluna da sala de recursos, confeccionou porta-lápis utilizando pote de margarina, palitos de picolés, barbante, dentre outros materiais. Orgulhosa, a aluna detalhou as etapas da confecção da bicicletinha, que foi montada por ela, após um tutorial.

A partir da observação de objetos já confeccionados, cada estudante fez o seu trabalho com total liberdade de expressão, autonomia e criatividade. “Nosso papel é trabalhar como orientador, mas instigar os alunos para que desenvolvam suas habilidades”, concluiu a professora Terezinha Alves. As exposições e as apresentações são abertas para a comunidade em geral.

Compartilhe esta notícia