Divisas entre Tocantins e Bahia devem ser alteradas

30/11/2017 - Jorge Valeriano

As tratativas foram entre procuradores, técnicos e representantes de órgãos dos dois estados, sobre as três áreas que a solução havia ficado pendente na última reunião, em Palmas, em outubro do ano passado. Naquela reunião ficou decidido que deveria ser mantido o padrão preponderante dos marcos divisórios da escarpa e da estrada, identificados no levantamento de campo. No mesmo encontro considerando que o trabalho de campo e as análises pelas áreas técnicas foram finalizados e que as pendências da última reunião já haviam sido sanadas, o grupo deu por encerrados os trabalhos relativos à fixação da linha divisória entre Bahia e Tocantins. O Procurador geral do Estado do Tocantins, Sérgio do Vale, explica aspectos importantes do trabalho realizado e afirma que a linha divisória ainda não está definida.

 Outro detalhe muito importante destacado pelo Procurador Geral, Sérgio do Vale, é que se for seguida a nova vistoria ao invés do acordo anteriormente firmado no Supremo Tribunal Federal, o Tocantins vai sair perdendo.

 Mas tudo isso poderá ainda voltar a ser discutido nos tribunais alerta o procurador do Tocantins

Compartilhe esta notícia