Secretário da Cidadania e da Justiça participa de reunião do Conselho Penitenciário

05/12/2017 - Lauane dos Santos/Governo do Tocantins

Para discutir e deliberar sobre demandas do Sistema Penitenciário tocantinense, ocorreu, na manhã desta terça-feira, 5, a reunião ordinária do Conselho Penitenciário do Tocantins, com a participação do secretário de Estado da Cidadania e da Justiça, Glauber de Oliveira, e da deputada Estadual Valderez Castelo Branco, representando a Assembleia Legislativa.

O secretário apresentou avanços para o Sistema Prisional, promovidos pela Secretaria de Estado da Cidadania e da Justiça (Seciju), em parceria com diversos órgãos, bem como novos projetos em curso, além de parabenizar os conselheiros que trabalham de forma voluntária em defesa de um sistema mais seguro e humanizado. “Sei que não é fácil, parabenizo, vocês, por todo o trabalho prestado, porque o Conselho, agindo de maneira voluntária, obriga mais do que quem é remunerado, então a exigência interior é maior, e vocês estão lá todos os dias, como nossos servidores da Seciju, trabalhando no cotidiano e pensando em como melhorar. Por isso, nós precisamos ser aliados e continuar fazendo esse trabalho conjunto, com a união dos órgãos que compõem a entidade e trabalhando para sanar os problemas e pensar além, em melhorias e projetos”, frisou o gestor da pasta.

A conselheira da entidade e deputada estadual, Valderez Castelo Branco, complementou as falas dos representantes presentes lembrando a importância da fiscalização constante e a necessidade de continuar pensando não somente a dignidade dos reeducandos, mas de seus familiares. “Nós temos acompanhado e fiscalizado o sistema. O mais importante é somar esforços e agregar valores, na intenção de criar projetos para as famílias, programar que acompanhem e cuidem tanto do reeducando quanto dos seus familiares”, ressaltou a deputada estadual.

O secretário participou ativamente da reunião, ouviu cada conselheiro e recebeu as demandas da entidade em busca de melhorias e novas ideias para o Sistema Penitenciário de todo Estado. “Queremos sempre buscar o ideal e sei que ainda não estamos nele, mas garanto que todo o possível tem sido e continuará sendo feito para dar o suporte necessário a cada unidade prisional”, finalizou Glauber de Oliveira.

Compartilhe esta notícia