Operação Adiposa prende 41 pessoas nas regiões central e sul do Estado

03/02/2018 - Wherbert Araújo/Governo do Tocantins

Mais cinco pessoas foram presas na noite de sexta-feira, 2, e na manhã deste sábado, 3, no prosseguimento da operação que prendeu 32 suspeitos de tráfico nas regiões central e sul do Estado na manhã da sexta-feira. Por meio de ações conjuntas, policiais da Delegacia Especializada em Investigações Criminais (Deic) Sul com apoio da Delegacia de Polícia de Alvorada, Delegacia de Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (DRFVA) de Gurupi, deram cumprimento a mandados de prisão temporária naquelas cidades.

Nesta segunda etapa, foram presos R.D.S., P.C.L., J.C.M.O., F.M.O. e F.F.L., todos investigados durante a Operação Adiposa, deflagrada pela Deic Sul. A investigação teve por objetivo apurar a prática do tráfico de drogas nas cidades de Gurupi, Formoso do Araguaia e cidades vizinhas. Além dos mandados de prisão, a Polícia Civil também autuou R.D.S. em flagrante delito pelos crimes de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo, após ser encontrado em sua casa um revólver calibre 22LR, porções de crack e maconha, plástico filme e dinheiro.

Na noite da sexta-feira, 2, a Polícia Civil, por meio da Deic Sul, deu cumprimento a quatro mandados de prisão temporária na cidade de Cariri. Foram presos P.A.O. (24 anos), V.P.B. (38 anos), M.A.S. (22 anos) e A.S.S. (45 anos), que eram investigados pela prática de tráfico de drogas na cidade.

Resultado

Com isso, a Operação Adiposa contabiliza 41 pessoas presas, 16 autuações em flagrante delito, nove armas de fogo apreendidas, 35 mandados de busca e apreensão cumpridos, além de drogas, dinheiro, celulares e outros objetos relacionados ao tráfico de drogas. A Operação Adiposa ganhou esse nome devido à relação de contato entre os suspeitos.

Foram sete meses de investigações que culminaram na grande operação realizada na sexta-feira, 2. A polícia acredita que todos se conheciam e controlavam o tráfico de drogas na Capital e em municípios no sul do Estado. Um dos membros do grupo inclusive é acusado de ter cometido dois homicídios.

Compartilhe esta notícia