Monitoramento para acompanhar a qualidade de água é iniciado em sete municípios

08/02/2018 - Suene Moraes/Governo do Tocantins

Os técnicos da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) estarão em campo, até esta sexta-feira, 9, para abastecer e atualizar os dados nacionais do Programa de Estímulo para Divulgação de Dados de Qualidade de Água (Qualiágua). Durante a ação, serão avaliados dez pontos em sete municípios que fazem parte das principais bacias hidrográficas do Estado.

Para este ano, a Semarh ampliou o número de pontos de coleta, passando de 30 para 40, aprimorando assim o monitoramento de qualidade dos corpos hídricos do Tocantins. A medição da 1ª campanha do Qualiágua acontece na bacia do Rio Sono e na bacia do Rio Formoso, abrangendo sete municípios.

O diretor de Planejamento e Gestão de Recursos Hídricos da Semarh, Aldo Azevedo, explicou que é o segundo ano que o Governo do Estado executa o projeto, sendo uma parceria com a Agência Nacional de Águas (ANA). “Como conseguimos ampliar a rede de monitoramento e nossa análise será maior, poderemos acompanhar a evolução das características das bacias hidrográficas com maior eficiência. Isso é importante para podermos analisar melhorias ou poluição dos rios”, avalia. Em 2018, o investimento total no programa será de R$ 300 mil.

Qualiágua

O programa, de adesão voluntária, é realizado pela ANA e tem como objetivo a contribuição efetiva na gestão sistêmica dos recursos hídricos, promovendo a divulgação de dados sobre a qualidade das águas superficiais no Brasil a toda sociedade. O QualiÁgua tem prazo, até 2021, para concluir os trabalhos de monitoramento de qualidade de cerca de 23 parâmetros e 80 pontos. Os estados que participam do programa são premiados semestralmente pelo alcance de metas.

Os municípios a serem percorridos nesta 1ª campanha são: Lagoa da Confusão, Dueré, Formoso do Araguaia, Sandolândia, Aparecida do Rio Negro, Novo Acordo e Mateiros.

Compartilhe esta notícia