Estudo aponta crescimento recorde da área plantada de soja no Tocantins para safra 2011/12

13/07/2011 - 10:50 - Valmir Araújo

Divulgação/Seagro

Estudo da consultoria Agência Rural prevê novo crescimento da área plantada de soja no Brasil e no Tocantins, que deverá ser o 4º no ranking nacional

Um estudo da consultoria Agência Rural prevê que a safra de soja brasileira para 2011/12 deve atingir um recorde de área plantada, com 24,92 milhões de hectares, ou seja, um aumento de 764 mil hectares em comparação com safra 2010/11. Ainda de acordo com a Agência Rural, o Tocantins deverá ser o quarto maior em avanço de área plantada de soja, com 45 mil hectares a mais que a última safra, um crescimento de mais de 11%. Na frente do Tocantins estão apenas o Mato Grosso, Maranhão e a Bahia.

O Brasil é o segundo produtor e exportador de soja do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. Se confirmada a previsão de crescimento, será o quinto ano consecutivo que o país registrará aumento de área plantada de soja.

Com base na intenção de plantio estimada pela consultoria, a tendência é que a produtividade brasileira de soja possa atingir 73,4 milhões de toneladas. De acordo com a Agência Rural, os bons preços da soja na Bolsa de Chicago, que já garantiram uma antecipação sem precedentes da comercialização da safra brasileira 2011/12, devem ser responsáveis também pelo recorde de área plantada.

Na última safra, o Brasil registrou produtividade recorde, superior a 3.100 kg por hectare, segundo a Conab - Companhia Nacional de Abastecimento. No caso da produtividade recorde se repetir em 11/12, o Brasil poderá ter a maior safra da história novamente.

Estados

O maior incremento absoluto na área acontecerá no Mato Grosso, com 292 mil hectares a mais, uma alta de 4,6%. Outra fronteira que deve ter crescimento expressivo de área é o Maranhão, cujo avanço é estimado em 152 mil hectares, percentual de 29,3 a mais. Em seguida, aparece a Bahia, com aumento de 86 mil hectares e o Tocantins, com 45 mil.

No Piauí, o aumento de área será mais modesto, de 37 mil hectares, índice de crescimento de 9,8%, um acréscimo limitado pelo maior interesse dos produtores em plantar mais milho para abastecer o Nordeste, avaliou a consultoria. Para Goiás e Mato Grosso do Sul (Centro-Oeste), a expectativa também é de aumento na área da oleaginosa, com incremento de 76 mil hectares para os goianos, mais 2,9%, e de 40 mil hectares para os sul-mato-grossenses. (Com informações da Agência Reuters)

Compartilhe esta notícia:

Outras notícias

Produtores têm até sábado para declarar movimentação de rebanho Tocantins tem 27 projetos aprovados para o Programa Tecnova Governador reafirma interesse do Executivo em dialogar com TCE Governador destaca importância de parceria institucional com TCE Governo estuda criar Rede Comunitária Escolar para prevenir conflitos e levar segurança aos alunos em regiões vulneráveis Tocantins é contemplado pelo Ministério da Saúde com 12 bolsas para residência em Saúde Coletiva Projeto vai incentivar geração de renda para catadores de materiais recicláveis Governo do Estado promove desenvolvimento sustentável e social para cooperativas de material reciclável Carnaval do Bem orienta jovens para evitar excessos nas festas Estado quer aumentar chances de ressocialização da população em regime sócio-educativo Prazo para municípios aderirem ou ampliarem atendimentos do Mais Médicos termina nesta 4ª Governo e Incra discutem edital de chamadas públicas para atender à agricultura familiar Referência no atendimento a políticas federais, Dona Regina recebe acadêmicos de outros estados Municípios têm até esta quarta-feira para aderir à ampliação do Mais Médicos Posição estratégica do TO é reforçada em reuniões com empresários Tocantins vacina mais de 94% de seu rebanho contra brucelose na segunda etapa de vacinação Operação coíbe ações criminosas nas rodovias de acesso a Palmas Para equilibrar uso da água do Lago, Governo do Estado elabora Plano de Bacia Hidrográfica Governador recebe empresários interessados em instalar empresa no Estado Governador recebe presidente da Ecoporto de Praia Norte para tratar andamento da obra