Frango Norte lança projeto de produção integrada em Paraíso

15/10/2005 - 17:13 - Celso Gick

O diretor de Indústria e Comércio da Sictur - Secretaria da Indústria, Comércio e Turismo, Vilmar Carneiro Wanderley, participou nesta sexta-feira, 14, do lançamento do Projeto de Integração Frango de Corte de Paraíso e Região, pela empresa Frango Norte, no Clube Recreativo, em Paraíso. Durante o encontro, técnicos da empresa fizeram uma explanação sobre o empreendimento para cerca de 700 produtores rurais, investidores e autoridades. Segundo o diretor, o projeto tem grande importância para o desenvolvimento do setor avícola tocantinense, "além de possibilitar a fixação do homem no campo evitando a migração do produtor rural para as cidades”, analisou. De acordo com o diretor da empresa, José dos Santos Carneiro, os principais objetivos da iniciativa são aumentar a produção e elevar a renda dos produtores rurais. "Todos sabemos que onde existe o desenvolvimento da avicultura ocorre uma melhoria da qualidade de vida das populações envolvidas no processo", disse.O empreendimento, que exigirá um investimento de R$ 15 milhões, abrangerá 14 municípios num raio de 70 km de Paraíso. Para dar sustentação ao sistema será construída uma fábrica de ração e 80 galpões, cada um com capacidade para 20 mil aves. O projeto pretende estimular o desenvolvimento da avicultura de corte de uma forma integrada. No sistema, a empresa, chamada integradora, entra com os pintos de um dia, ração, vacina, medicamentos e assistência técnica. Por outro lado, o produtor rural, denominado integrado, fica responsável pela construção do galpão, mão-de-obra e aquecimento. O Banco da Amazônia já dispõe de linha de crédito para financiar a construção dos galpões.A empresa Frango Norte prevê numa primeira etapa do empreendimento construir 80 galpões num período de até dois anos. Numa segunda fase, está prevista a construção de mais 50 galpões em mais dois anos. O projeto da empresa Frango Norte é o segundo sistema integrado de produção de frango de corte implantado no Estado.O primeiro, instalado pela empresa Asa Norte Alimentos, está em funcionamento em Tocantinópolis há cerca de quatro anos e recebe frangos produzidos em 60 galpões em atividade na região. O frango tocantinense atende o mercado interno do Estado, mas também é comercializado em grande quantidade para o Maranhão e Pará. A expectativa é de que com o aumento da produção também sejam atingidos mercados de países da Europa, América do Norte e Ásia.

Compartilhe esta notícia:

Outras notícias

Tudo pronto para o lançamento da 15ª edição da Agrotins Brasil 2015 nesta terça Dona Regina recebe reforço de frascos para captação de leite Agrotins 2015 será lançada nesta terça-feira Tocantins atrai grandes empresas ao pátio multimodal da Ferrovia Norte-Sul Governo do Estado investe na recuperação de rodovias na região do Bico do Papagaio Escolas têm programação para celebrar os 60 anos do Pnae Governo apresentará nova proposta a sindicatos com base na capacidade financeira do TO Mais de 5,5 mil indígenas serão beneficiados com políticas de fortalecimento da educação Adapec orienta expositores e produtores para a realização de eventos agropecuários Governador entrega sistema de água a povoado em São Miguel do Tocantins Ecoporto Praia Norte vai proporcionar desenvolvimento da região do Bico do Papagaio Governo do Estado defende inclusão social de jovens com esporte paralímpico Fluxograma auxilia profissionais no atendimento a trabalhadores Marcelo Miranda inaugura primeira etapa das obras do Ecoporto de Praia Norte Estado trabalha para garantir competitividade e produtos de qualidade para consumidores Sistema coletivo de abastecimento de água atenderá a 32 famílias no povoado de Alto Real, em São Miguel do TO Ecoporto Praia Norte trará desenvolvimento para a região do Bico do Papagaio Vendedores de veículos terão que informar valores de tributos ao comprador; regra entra em vigor em 60 dias Resultado do processo seletivo de professorese e para apoio pedagógico/adminisrativo do Pronatec é divulgado HGP realiza média de nove cirurgias ortopédicas por dia