Dona Regina recebe doação de aparelho utilizado para reanimação de recém-nascidos

19/12/2017 - Nielcem Fernandes/Governo do Tocantins

O nascimento de um filho é um momento mágico para a família, mas também é um momento de apreensão, pois, conforme dados da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), 10% dos recém-nascidos em território nacional necessitaram passar pelo processo de reanimação. No sentido de colaborar com a felicidade das novas famílias, a SBP lançou a campanha Nascimento Seguro, abraçada pela Sociedade Tocantinense de Pediatria (Stop), que doou, na manhã desta terça-feira, 19, um aparelho de reanimação neonatal, mais conhecido como Baby Puff, ao Hospital e Maternidade Dona Regina.

De acordo com o coordenador do Curso de Reanimação Neonatal da SBP e da Stop, Hélio Maués, a campanha Nascimento Seguro é feita para conscientizar toda sociedade brasileira sobre o processo de reanimação. “Em 90% dos partos, o bebê vai nascer bem. Em ao menos 10% dos partos, esse bebê não vai nascer bem e, por isso, precisa ser reanimado. O aparelho que estamos doando é chamado de ventilador mecânico manual e tem algumas características importantes. Quanto menor o bebê, melhor a eficácia do aparelho. No caso do Dona Regina, que atende muitos partos de bebês prematuros, esse aparelho, conhecido como Baby Puff, é um material imprescindível para realizar o ressuscitamento na sala de parto, pois ventila e oxigena de acordo com as necessidades especificas do bebê, ao contrário dos outros equipamentos que não fazem isso” explicou.

Ainda segundo Hélio, a Stop também oferece, aos profissionais médicos e não médicos, o curso de reanimação. “Nossa ideia, aqui no Hospital Dona Regina, é capacitar e atualizar o maior número de pessoas para manuseio desse equipamento. A maioria dos profissionais que atuam na sala de parto, médicos, enfermeiras e terapeutas foram capacitados recentemente”, concluiu.

A pediatra e presidente da Stop, Greice de Castro, ressaltou a importância do atendimento do recém-nascido no primeiro minuto de vida. “De acordo com as novas normas e novas técnicas de reanimação neonatal, o Baby Puff é um importante aparelho a ser utilizado nos serviços públicos de saúde, onde acesso ainda é muito difícil. A reanimação é feita seguindo alguns passos, mas chega o momento em que se faz necessário a transferência desse bebê para uma UTI [Unidade de Tratamento Intensivo], e de organizar uma vaga em uma unidade intermediária. Nesse momento, entra o Baby Puff ou o aparelho mecânico de ventilação manual enquanto esse trâmite é organizado”, esclareceu.

“Esse é um dos aparelhos essenciais na reanimação neonatal de qualidade e vai nos ajudar a disponibilizar esse serviço aos nossos recém-nascidos em situação grave, pois, somos um hospital de referência em partos de alto risco para todo Estado. Nós recebemos gestantes com gestação de altíssimo risco e bebês que nascem em estado grave e esse aparelho vai nos ajudar a prestar melhor qualidade nessa assistência de reanimação neonatal”, comemorou a diretora-geral da Maternidade, Débora Petry.

Nascimento Seguro

A Sociedade Brasileira de Pediatria lançou a campanha Nascimento Seguro sob a ótica de que um início de vida saudável é o coração do capital humano e do progresso econômico do país haja vista que, não havendo sequelas, não serão necessários os gastos com tratamentos de saúde, portando configurando um indivíduo saudável. A missão da campanha é salvar vidas com qualidade baseada em protocolos e capacitação das equipes aliados ao uso dos equipamentos.

Veja também outras notícias