Adriano Karajá assume a presidência do Conselho Estadual de Educação Escolar Indígena

09/01/2018 - Abrão de Sousa /Governo do Tocantins

O Conselho de Educação Escolar Indígena do Estado do Tocantins (CEEI) tem novo presidente. Adriano Dias Gomes Karajá foi designado para presidir a instituição no biênio 2017/2019. Os membros do Conselho tomaram posse no dia 30 de novembro de 2017. Após reuniões internas, o representante da etnia Karajá foi designado presidente, conforme publicação no Diário Oficial do Estado de 5 de janeiro deste ano.

Adriano Karajá é membro da União dos Estudantes Indígenas do Tocantins (Uneit), além de estudante e pesquisador no Laboratório de Línguas Indígenas (LALI) da Universidade Federal do Tocantins (UFT). O laboratório visa desenvolver pesquisas com povos indígenas, bem como apoiar os alunos de graduação, mestrado e doutorado nas pesquisas dos programas de pós-graduação.

Segundo Adriano, o trabalho como presidente do Conselho será um desafio. “Uma de minhas metas como presidente é implantar a licenciatura intercultural para nosso povo. Quero também discutir a forma de ingresso nessa profissão, que seja por meio de um concurso. Espero adequar o ensino contemporâneo ao nosso modo, considerando o trabalho realizado tanto em português como em nossa língua mãe”, ponderou.

Conforme Francisco Edviges Albuquerque, representante da UFT no Conselho e criador e coordenador do Laboratório de Línguas, o ensino inicial dos indígenas deve ser ofertado na língua mãe. “Os indígenas devem ser alfabetizados e letrados em língua materna, para depois adquirirem os conhecimentos em língua portuguesa. Todo processo de alfabetização de qualquer criança tem que ser em língua materna para depois adquirir os conhecimentos de segunda língua”, finalizou.

 

Veja também outras notícias