Suspeito de abusar sexualmente da própria enteada é preso pela Polícia Civil em Araguaína

12/01/2018 - Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins

Na tarde desta sexta-feira, 12, a Polícia Civil do Estado do Tocantins, por intermédio da Delegacia da Criança e do Adolescente (DECA) de Araguaína, sob o comando dos delegados Cinthia Miura e Amaury Marinho, deram cumprimento ao mandando de prisão preventiva em desfavor de J. C L, investigado pelo crime de estupro de vulnerável praticado contra sua própria enteada, de 14 anos de idade.

De acordo com os delegados responsáveis pelo caso, o fato foi noticiado às autoridades policiais no dia 9 de janeiro e, de imediato, o inquérito policial foi instaurado. Após realizar investigações e reunir evidências da prática criminosa, o delegado Amaury Marinho representou pela prisão preventiva do investigado, a qual foi deferida, nesta tarde, às 15 horas.

De posse da ordem judicial, as equipes de captura da DECA de Araguaína cumpriram a decisão expedida pelo Poder Judiciário da Comarca de Araguaína. Após ser capturado, o homem de 40 anos foi conduzido à Central de Flagrantes da cidade para os procedimentos legais cabíveis, seguido do recolhido à carceragem na Casa de Prisão Provisória da cidade, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

 A equipe da DECA agradece e parabeniza a diligente atuação dos responsáveis pela persecução penal, envolvidos nessa investigação e informa que todo abuso perpetrado em desfavor de crianças e adolescentes será duramente combatido e investigado.

O delegado regional Bruno Boaventura também reforçou o pedido à população de Araguaína e municípios vizinhos para que continuem a colaborar com a Polícia Civil denunciando qualquer tipo de ação criminosa, por meio do Disque Denúncia (63) 34117309 e 3411-7361