Agricultura cria Câmaras Setoriais da ovinocaprinocultura, apicultura e leite

09/03/2018 - Eliane Tenório/Governo do Tocantins

Com a proposta de debater sobre as diversas cadeias produtivas no setor da pecuária, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), criou, em fevereiro, as Câmaras Setoriais do Estado do Tocantins da Ovinocaprinocultura, Apicultura e do Leite.  As câmaras foram criadas pelas Portarias nº 21, 22 e 23, de 26 de fevereiro de 2018, que dispõem sobre o funcionamento das Câmaras setoriais. As três estão publicadas no Diário Oficial do Estado nº 5.061.

A intenção é de que sejam fóruns de discussão integrados com os diversos atores que compreendem as cadeias, buscando desenvolver atividades no sentido de potencializar os resultados, aproveitando melhor os recursos disponíveis em cada instituição, principalmente com a participação dos produtores, para que as demandas apresentadas sejam demandas realmente qualificadas, de acordo com a diretora de Políticas para a Pecuária da Seagro, Érika Jardim, representante da instituição no fórum.

Os fóruns trabalharão com planejamento estratégico, objetivando aumentar a produção das atividades no estado; melhorar a capacitação técnica, a qualidade dos produtos, a assistência técnica, a qualidade de vida dos produtores; viabilizar a industrialização, comercialização, logística e infraestrutura; e gestão da informação para os setores.

A Seagro tem a missão institucional de gerir as políticas públicas do setor do agronegócio e como forma de melhor integrar os atores que envolvem as cadeias produtivas e a instituição. “Poder proporcionar um ambiente de discussão viável onde o produtor seja o ator principal da discussão e traga suas demandas para facilitar o planejamento das políticas públicas, a elaboração e execução dessas políticas, objetivando melhorar a vida dos produtores rurais”, disse Érika Jardim.   

Câmaras Setoriais

São fóruns de discussão em busca de soluções para os problemas e oportunidades nos setores citados.  A missão é elaborar políticas para as atividades, norteando instituições, propondo e monitorando ações que promovam seu desenvolvimento.

Missão

A missão é de ser organizadoras dos setores, promovendo o desenvolvimento sustentável com qualidade, inovação, equidade e respeito à vida. O fórum prima pela responsabilidade social, o desenvolvimento setorial sustentável, inovação, integridade, justiça e humanismo.

Membros

Além da Seagro, integram as Câmaras Setoriais da Ovinocaprinocultura, Apicultura e Leite: Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins); Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins); Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), por meio da Superintendência Regional do Tocantins; Universidade Federal do Tocantins (UFT); Universidade Estadual do Tocantins (Unitins); Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO); Superintendência Federal da Agricultura (SFA); Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Tocantins (Sebrae); Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/Tocantins), Federação da Agricultura do Estado do Tocantins (Faet), Banco da Amazônia, Banco do Brasil; Federação Tocantinense  de Apicultura (Fetoapi), Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo ( Sescoop), Secretaria de Estado do Trabalho e Assistência Social (Setas); Agência de Defesa Agropecuária (Adapec); Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden); Delegacias Federais da Secretaria Especial da Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (DFDA-TO/MDA); Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc); Associações e Cooperativas de Apicultores e Meliponicultores; Embrapa; Caixa Econômica Federal; Organização das Cooperativas do Estado do Tocantins (OCBTO); Faculdade Católica do Tocantins (Facto); Universidade Luterana do Brasil (Ulbra); Associações de Criadores  e Cooperativas do setor; Sindicato dos Lacticínios do Estado do Tocantins ( Sindileite); Instituto Euvaldo Lodi ( IEL); Secretaria de Estado da Saúde( Sesau); Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (Seplan); Agêcia de Fomento; Secretaria de Estado da Fazenda; Laboratório Central do Estado ( Lacen); Diretoria de Vigilância Sanitária (Anvisa); Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); Conselho de Medicina Veterinária do Estado do Tocantins (CRMV); Indústria e Comércio de Lacticínios (Cremolat); Cooperativa de Produtores do Vale do Araguaia (Vallecoop) e GENEX Reprodução Animal.

Veja também outras notícias