Comissão é instituída para gerir patrimônio imóvel do Poder Executivo, em todo o Estado

20/11/2020 - Angélica Lima/Governo do Tocantins

Na última quinta-feira, 19, foi instituída a Comissão de Implantação dos Procedimentos de Depreciação, Reavaliação e Redução ao Valor Recuperável dos Bens Imóveis da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo do Estado do Tocantins (CIPBI).

A comissão implantará o sistema de gestão dos bens imóveis, que faz parte do sistema de Solução Integrada de Gestão Administrativa (Siga). Uma das principais metas desta comissão é analisar a situação atual dos bens imóveis pertencentes ao Poder Executivo do Estado do Tocantins.

De acordo com a diretora de gestão patrimonial da Secretaria de Estado da Administração (Secad), Maria Osmanda Pereira, “a criação desta comissão possibilitará o rápido cadastramento de novos bens imóveis, bem como acrescentar o valor desses bens a serem incorporados”, explica.

Cabe ainda à CIPBI mensurar os valores dos bens imóveis do Poder Executivo Estadual, tais como lotes, prédios, glebas, de todo o Estado. “Todos esses imóveis serão cadastrados e terão seus valores mensurados a partir de instrumentos contábeis pertinentes. Faz parte de um processo de convergência aos padrões internacionais de contabilidade do setor público, que se iniciou no Tocantins em 2012, e busca dar mais transparência e fidedignidade às informações relativas ao patrimônio público do Estado”, acrescenta Filipe Severo, gerente de Apoio Técnico e Prestação de Contas, da Diretoria de Gestão Patrimonial da Secad.

 

Edição: Alba Cobo

Revisão Textual: Marynne Juliate

Compartilhe esta notícia