Dulce Miranda é homenageada com troféu Fecomércio Honra e Reconhecimento

16/05/2008 - Wanja Nóbrega

'Deus me deu a missão de servir ao próximo e eu cumpro esta missão com muito amor, responsabilidade e carinho'. A declaração, emocionada, é da primeira-dama do Estado, Dulce Miranda, dada durante seu discurso de agradecimento ao receber o prêmio Fecomércio Honra e Reconhecimento, na noite da quinta-feira, 15, em Palmas.

A indicação de Dulce Miranda para receber o prêmio tem a ver com a concepção do troféu, que foi criado para reconhecer a ação de pessoas em diferentes setores, com o propósito maior de auxiliar no desenvolvimento econômico, educacional e social do Tocantins. A Federação entende que é preciso reconhecer o trabalho feito com profissionalismo, ética, dedicação e responsabilidade.

Segundo o presidente do Sistema Fecomércio do Tocantins (Sesc Senac), Hugo de Carvalho, a escolha da primeira-dama não teve cunho político e sim social. "Ver a atenção dada por Dulce Miranda aos menos favorecidos me comoveu. Ela poderia passar distante dos problemas enfrentados por eles, mas pelo contrário, ela arregaça as mangas e vai à luta. É de pessoas determinadas como ela que o nosso Estado precisa", ressalta Carvalho.

Evento

A homenagem aconteceu durante jantar no Ahãdu e contou com a presença de 300 convidados, entre empresários, políticos e autoridades. A ex-miss Brasil Natália Guimarães foi convidada a entregar o troféu, produzido especialmente para a homenageada.

Durante a festa, foram apresentados os principais projetos sociais encabeçadas por Dulce Miranda: Aafeto - Acreditando e Apoiando as Famílias do Tocantins; a implantação de centros de convivência de idosos; a Casa de Apoio Vera Lúcia; campanha Natal de Todos Nós e a territorialização do capim dourado.

Fecomércio

O Sistema Fecomercio atua no Estado do Tocantins há mais de 15 anos e tem como missão a luta pelas causas do comércio. Proporciona ao empresariado apoio e assistência nos processos jurídicos, nas decisões sindicais do segmento e ainda proporcionando, através de suas unidades do Sesc e Senac, uma ampla variedade de ações voltadas para o lazer, educação, cultura, assistência, saúde e turismo, aos proprietários e funcionários desse setor.

Perfil

Mineira de Pocrane, onde nasceu em 15 de dezembro de 1963, Dulce Ferreira Pagani Miranda mudou-se para o Tocantins, com a família, ainda menina. Começou a se destacar na área social quando Marcelo Miranda assumiu a presidência da Assembléia Legislativa do Estado.

Desde então, ela tem dedicado sua atenção aos setores mais carentes da sociedade, especialmente os idosos e as crianças. 'Também tenho um carinho especial pelos quilombolas', conta Dulce Miranda, que é filha de produtores rurais e conta ter começado a trabalhar em casa, ajudando a mãe, aos 13 anos de idade. 'Sei fazer de tudo um pouco', orgulha-se. É essa experiência de trabalho que ela coloca a serviço das causas sociais, participando de mutirões com a comunidade.