Educação realiza encontro formativo para debater a qualidade de vida no trabalho dos profissionais da educação

29/10/2020 - Alcione Luz/Governo do Tocantins

Dando continuidade à série de encontros formativos, realizados por meio do Programa Olhar Atento, a Secretaria de Estado da Educação, Juventude Esportes (Seduc) promoveu, nesta quinta-feira, 29, mais uma live voltada a orientadores educacionais das unidades escolares e assessores das Diretorias Regionais de Educação (DREs). Desta vez, a temática do módulo foi Qualidade de vida no trabalho de profissionais da educação.  

A formação foi conduzida pelo professor da UFT, Ladislau Ribeiro do Nascimento, doutor em psicologia social pela Universidade de São Paulo (USP), e mediada pela professora Seila Pugas, mestre em educação.

Segundo Ladislau, a temática associada à qualidade de vida no trabalho de profissionais da educação foi proposta a partir da identificação de demandas levantadas em módulos anteriores da formação. Ele relacionou alguns fatores de influência na qualidade de vida no trabalho.

“O trabalho docente, mesmo em caso de orientadores, está muito associado a cuidado. Educar envolve o ato de cuidar. Ao desenvolvermos nossas atividades laborais estamos em busca de compensação derivada de nossos esforços na realização de atividades, e que seja justa e adequada. Essas condições de trabalho devem ser seguras e estáveis a fim de que suas práticas sejam realizadas da melhor forma. Outro critério que exerce influência no trabalho é sentir o pertencimento no contexto do trabalho, com condições associadas à ideia de integração. As pessoas precisam sentir que fazem parte do contexto de trabalho. Isso tudo tem muito a ver com cuidado e garante o senso de segurança necessário para as pessoas experimentarem qualidade de vida no trabalho”, destacou Ladislau.

Ainda segundo o professor, há três componentes fundamentais para a manutenção do equilíbrio na realização das atividades: de tempo, envolvimento e de satisfação, por isso, relacionou algumas dicas para melhorar a qualidade de vida. “Adote hábitos que sejam mais saudáveis; mantenha uma rotina de cuidado; busquem possibilidades para cultivar hobbies; alinhe as questões referentes ao trabalho e descubra a melhor maneira de suas práticas laborais; trabalhe o autoconhecimento; defina um propósito; respeite o seu tempo, seus limites e aprenda a dizer não nos casos em que não tenha condição de realizar as demandas; invista em proporcionar boas relações; fale sobre seus problemas no ambiente certo; e quando for o caso busque apoio especializado”, classificou.

“Tenho adotado todas as dicas mencionadas pelo professor Ladislau nesses encontros. Busquei uma personal organizer para me planejar melhor e lidar com o estresse”, comentou a educadora Claudenice Passos Palaci, no chat disponibilizado durante a live. “Promover a autonomia no trabalho é imprescindível para que toda equipe sinta-se pertencente à instituição em que atua”, destacou Celia Moraes.  

No próximo mês será realizado mais um módulo dos encontros formativos que integram o Programa Olhar Atento, promovido pela Seduc com a finalidade de oferecer apoio socioemocional aos profissionais da educação e estudantes da rede pública estadual de ensino durante e após a pandemia da Covid-19. A prática de extensão conta com a parceria da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

A gravação está disponível no canal da Seduc Tocantins, no Youtube.

 

Edição: Alba Cobo

Compartilhe esta notícia