Governador Carlesse abre campanha de vacinação e destaca importância do status de Estado livre de aftosa

09/11/2019 - Jarbas Coutinho/Governo do Tocantins

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, abriu oficialmente neste sábado, 9, a segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa. O evento foi realizado na Fazenda Bahia, município de Gurupi, no sul do Estado, e contou com a presença de representantes da cadeia do agronegócio da região e do Tocantins. Nesta etapa, a expectativa da Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Adapec) é imunizar cerca de 4 milhões de bovinos.

O Tocantins conta com cerca de 8,5 milhões de bovídeos (bovinos e bubalinos); destes, aproximadamente 4 milhões estarão envolvidos nesta etapa, já que serão imunizados apenas animais de 0 a 24 meses de idade. Desde 2009, os animais adultos são dispensados da vacinação. 

O governador Carlesse destacou a importância da vacinação e o trabalho realizado pela Agência de Defesa Agropecuária e pelos produtores, que fará do Tocantins um Estado livre de aftosa sem vacinação em 2021. Segundo ele, esse status é a prova de que o Governo do Estado trabalha para que o rebanho tenha sanidade e a carne tenha qualidade no mercado mundial. "O trabalho da Adapec e dos produtores tem sido feito com muita responsabilidade e isso está dando resultado. Daqui a um a dois anos, a gente não vai mais precisar vacinar o gado e isso dá credibilidade ao Tocantins, ao nosso empresário e vai valorizar a nossa carne no mercado. Além disso, vai representar economia para o produtor", destacou.

O presidente da Adapec, Alberto Mendes Rocha, lembrou que esse status de Estado livre de aftosa com vacinação é resultado de longos anos de trabalho do Governo do Estado, por meio da Adapec e dos próprios produtores, que tem a consciência da importância da sanidade do rebanho. "O produtor será o grande beneficiado com esse status de Estado livre de aftosa sem vacinação. O rebanho será muito mais valorizado nos mercados nacional e internacional e também terá reflexo direto no custo de produção do pecuarista tocantinense", explicou

Vacina

A vacina deve ser adquirida em lojas licenciadas pela Adapec e mantida em temperatura ideal até o momento da aplicação. O correto é conservá-la em caixa de isopor com três partes de gelo para cada parte de vacina e preferir horários mais frescos do dia para o manejo do gado. O ideal também é aproveitar a oportunidade e vacinar os animais contra brucelose, raiva, além de realizar a vermifugação.

Multas

A multa para quem deixar de vacinar é R$ 5,32 por animal e R$ 127,69 por propriedade não declarada. A emissão da Guia de Trânsito Animal (e-GTA), documento obrigatório para movimentação dos animais, está condicionada a comprovação da vacinação.

Presenças 

O evento contou com a presença do deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa, Gleydson Nato; do superintendente da Agricultura do Tocantins, Rodrigo Guerra; do secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, César Halum; e produtores da região.

Compartilhe esta notícia