Governador Mauro Carlesse assina Termo de Cooperação Técnica com a Escola Superior de Magistratura

05/11/2019 - Jarbas Coutinho/Governo do Tocantins

“Estabelecer cooperação técnica, acadêmica, científica, além do intercâmbio de experiência e de pessoal nos campos da docência, da pesquisa e da cultura”. Esse é o objetivo do Termo de Cooperação assinado na tarde desta sexta-feira, 5, pelo governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, com o Tribunal de Justiça, por meio da Escola Superior de Magistratura Tocantinense (Esmat).

Pelo acordo, o Governo do Estado e Escola Superior de Magistratura se propõem a promover cooperação em diversas áreas de interesse, a exemplo de intercâmbio de docentes, discentes e pesquisadores, implementação de projetos conjuntos de pesquisa, promoção de eventos científicos, sociais e culturais, intercâmbio de informações e publicações acadêmicas, institucionalização de grupos de estudo na área de direito, gestão, bem como, participação  em cursos, congressos e eventos educacionais, projetos de cooperação técnico-acadêmica, realização de programas de pós-graduação lato sensu e stricto sensu, entre outros.

O governador Mauro Carlesse agradeceu a parceria e destacou que esse acordo constitui um uma oportunidade para capacitar os servidores. “É um grande passo para promover o conhecimento e capacitar os nossos servidores. Reconhecemos a excelência da dessa escola e entendo que esse acordo veio em boa hora”, ressaltou o Governador.

Troca de ideias

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, disse que esse acordo representa um avanço essa interação do Executivo Estadual com a Escola da Magistratura, uma vez que o corpo jurídico do Estado, representado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) será o destinatário dessa troca de conhecimento e saber jurídico. “É muito importante essa colaboração entre a Esmat, o Poder Judiciário e o Governo do Estado, para aprimorar mais o conhecimento e troca de ideias jurídicas”, destacou explicando ainda que os cursos vão beneficiar diretamente os procuradores e servidores que atuam na área jurídica com cursos de mestrado, pós-graduação e outros.

Também participaram do ato o secretário chefe da Casa Civil, Rolf Vidal; o diretor-geral da Esmat, desembargador Marco Anthony Steveson Villas Boas; a diretora Executiva da Esmat, Ana Beatriz de Oliveira Pretto; e o procurador-geral do Estado, Nivair Vieira Borges.

 

Compartilhe esta notícia