Governo Federal libera R$ 22 milhões para a Ferrovia Norte-Sul

29/12/2005 - Cristiane Hidaka – de Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou nesta quarta-feira, 27, no Palácio do Planalto, em Brasília, a medida provisória nº 273 que libera o crédito extraordinário de R$ 516 milhões para o Ministério dos Transportes e para Encargos Financeiros da União. O objetivo é investir, principalmente, nos corredores viários do país, devido às fortes chuvas que danificam as obras. Deste recurso, mais de R$ 475 milhões são para o Ministério dos Transportes.A Ferrovia Norte-Sul foi beneficiada com R$ 22 milhões para a construção de aterros no trecho de Aguiarnópolis a Babaçulândia, no Tocantins. A rodovia BR-153 também vai receber R$ 1,3 milhões para a recuperação das divisas do Estado com Goiás e Pará. O montante da verba vai para a recuperação de rodovias federais, adequação de trechos rodoviários e construção e adequação de cais e portuários.Os R$ 40,6 milhões restantes vão para investimentos em proteção social a deficientes físicos, previdência social básica, proteção social ao idoso, financiamento de programas sociais e modernização da administração fazendária.O recurso faz parte do PPI - Projeto Piloto de Investimentos e saiu do superávit financeiro apurado no Balanço Patrimonial da União do exercício de 2004 e de dotações orçamentárias, depois de um acordo do Governo Federal com o FMI - Fundo Monetário Internacional.O DNIT - Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes e a Valec - Empresa Engenharia, Construções e Ferrovias S.A, construtora da Ferrovia Norte-Sul, são os responsáveis pela execução das obras.

Compartilhe esta notícia