Membros do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial tomaram posse e diretoria é eleita

23/08/2019 - Vitória Soares/Governo do Tocantins

A fim de auxiliar na luta pela igualdade racial através da discussão e implementação de políticas públicas, foi realizado nesta sexta-feira, 23, o ato de posse dos membros do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Cepir).  A cerimônia aconteceu na Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), com a presença de representantes do poder público e da sociedade civil e foi presidida pelo secretário executivo da Seciju, Geraldo Divino Cabral.

Após a posse, uma reunião foi realizada com intuito de eleger a diretoria do conselho que ficará a frente dos trabalhos durante o próximo biênio 2019-2021, juntamente com os demais membros do Cepir. Após argumentação acerca das atividades desenvolvidas em cada cargo, foram eleitas e empossadas como presidente do conselho a representante da Seciju, Edilma Barros da Silva; como vice-presidente a representante do Coletivo Nacional da Juventude Negra (Enegrecer), Rossana Faustino Reis; e como secretária executiva a representante da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE/TO), Liz Marina Régis Ribeiro.

A presidente recém-empossada, Edilma Barros, explicou que o conselho tem o intuito de desenvolver projetos para erradicação do preconceito racial. “Nós continuaremos a caminhar no sentido de desenvolver projetos voltados a promoção de igualdade racial, principalmente direcionados as comunidades quilombolas, que necessitam do nosso apoio. Nesse sentido, contaremos com o apoio dos diversos segmentos representados no conselho para erradicar o preconceito no Estado do Tocantins”, ressaltou. 

Com apenas 20 anos de idade, a vice-presidente Rossana Faustino acredita que a participação da população negra é essencial para o avanço do trabalho desenvolvido pelo conselho. “É essencial nossa presença, no sentido de representar as mulheres da periferia, nossos pais e mães que sofrem com essa desigualdade racial e social e está aqui nesse espaço discutindo a política racial, ainda mais sendo o nosso lugar de fala, é muito importante, porque somos nós que sofremos com o racismo estrutural”, enfatizou.

Para a secretária executiva, Liz Marina, o conselho é um instrumento na construção de políticas públicas ligadas a área. “O Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial é um importante instrumento paritário de fortalecimento da democracia participativa que possibilita a integração na construção das políticas públicas e, principalmente, na fiscalização da atuação do Estado no cumprimento dessas. É importante também o reconhecimento da participação da sociedade civil, pois isso possibilita a integração e proximidade com as instituições”, afirmou.

Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial

O Cepir está vinculado à Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) e tem por objetivo desenvolver mecanismos de participação e controle social acerca de políticas públicas voltadas à igualdade racial; fomentar a inclusão de políticas públicas sobre a diversidade racial no âmbito estadual e nacional, além de fiscalizar o cumprimento dessas políticas no Estado. Os membros do conselho são eleitos para o mandato de dois anos. 

Atualmente, o Cepir é composto por representantes do poder público, sendo eles: Seciju; Defensoria Pública; Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO); Secretaria da Infraestrutura, Cidades e Habitação (Seinf); Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc); Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP); Universidade Federal do Tocantins (UFT) e Secretaria da Saúde. Além disso, o conselho também é composto pela sociedade civil, sendo representada pela Coordenação Estadual das Comunidades Quilombolas do Tocantins (COEQTO); Grupo de Consciência Negra do Tocantins (GRUCONTO); Coletivo Nacional de Juventude Negra (Enegrecer); Tenda do Caboclo; Movimento Pela Vida e Coletivo Feminista Ajunta Preta.

Compartilhe esta notícia