Na contramão da crise, empresas mantêm operações ativas com expectativa de crescimento e novas contratações

26/05/2020 - Fábia Lázaro/Governo do Tocantins

O secretário da Indústria, Comércio e Serviços (SICS) e presidente da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc),Tom Lyra, acompanhado da equipe técnica, visitou nesta terça-feira,26, empresas beneficiadas com incentivos fiscais do Governo do Estado que estão conseguindo manter operações, apesar dos reflexos causados pela pandemia do novo coronavírus. Foram visitadas as empresas Cerealista Santa Fé e a empresa Durax, do grupo Irmãos Chaves.

A agenda iniciou-se pela Cerealista Santa Fé, situada na quadra 512 Sul, empresa familiar que está há mais de 20 anos em Palmas. Totalmente industrializada, a empresa aumentou a produção e expandiu o negócio por todo o Estado, se tornando modelo de negócio na região.

A cerealista conta com uma produção de 150 mil fardos por mês, atendendo o Tocantins, Pará, Maranhão e Piauí, oferecendo grãos beneficiados de arroz e feijão. Segundo um dos sócios da empresa, Ailton dos Santos Queiroz, apesar da forte crise ocasionada pela pandemia, a empresa vem conseguindo manter sua operação com expectativa de ampliar ainda mais a produção, apesar da necessidade de reduzir um turno de trabalho, passando de quatro, para três, em virtude das medidas de segurança.

“Adotamos todos os protocolos de segurança e com isto conseguimos manter nossa operação e os empregos foram garantidos”, afirmou o sócio da empresa Ailton dos Santos Queiroz. A empresa conta com 93 funcionários e é beneficiada com incentivo fiscal por meio da Lei nº 1.385/2003 (Proindústria).

Novas vagas

Em seguida, o secretário visitou a indústria Durax Pré-moldados do Grupo Irmãos Chaves, instalada no setor industrial, que fabrica argamassa colante, telha de concreto e pré-moldados para obras de saneamento, esgoto sanitário e drenagem. O sócio-proprietário, Antônio João Chaves, apresentou ao secretário a linha de produção da empresa que está funcionando a todo o vapor.

Segundo o sócio-proprietário, o negócio sofreu um impacto muito grande nas primeiras semanas com o fechamento das lojas de materiais de construção em decorrência da Covid-19, mas, aos poucos, a atividade voltou à normalidade com as liberações de obras de drenagem que estão sendo executadas na Capital.

De acordo com Antônio Chaves, na contramão da crise, a empresa realizou a contratação de 20 colaboradores no último mês e tem a expectativa de abrir mais vagas. “Graças a Deus voltamos a contratar e queremos ampliar bem nosso quadro, sem falar dos empregos indiretos que também abriram novas oportunidades para as pessoas que atendem o nosso negócio, como oficinas mecânicas e empresas de lanches, entre outras”.

A empresa que atende todo o estado e parte do Maranhão, conta com unidade em Araguaína e Imperatriz (MA), empregando 80 funcionários.

Desde 2003, a Durax é beneficiada com incentivo fiscal, através do Proindústria, concedido pelo Governo do Estado. Para Antônio Chaves o incentivo fiscal é fundamental para enfrentar a concorrência do mercado. “Se trabalhássemos sem incentivo, não conseguiríamos tornar nossos produtos competitivos em condições de enfrentar a concorrência nacional”, pontuou.

Agenda

A agenda de visitas segue esta semana e segundo o secretário Tom Lyra, para conhecer de perto a realidade das empresas tocantinenses em meio a um cenário de crise econômica causada pela pandemia. “É muito bom vermos que as empresas estão conseguindo manter suas atividades, e ainda mais, fazendo novas contrações, mantendo os empregos e com expectativa de crescimento”, afirmou o secretário.

 

Edição: Lenna Borges

Compartilhe esta notícia