Palestras e oficina integram a programação do workshop sobre Educação Fiscal em Araguatins

18/09/2019 - Sefaz/Governo do Tocantins

Capacitar os coordenadores e professores e incentivar os municípios a implantarem o Programa Municipal de Educação Fiscal são os principais objetivos do workshop sobre Educação Fiscal, que está sendo realizado em diversos municípios do Tocantins. Nesta quarta-feira, 18, o evento ocorreu em Araguatins, na Diretoria Regional de Ensino.  

Tendo como tema Caminhos para a Educação Fiscal na Escola, o workshop é uma ação conjunta da Secretaria da Fazenda e Planejamento (Sefaz) e Secretaria da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) e executado pela Escola de Gestão Fazendária (Egefaz) Antônio Propício de Aguiar Franco, por meio do Grupo Estadual de Educação Fiscal do Tocantins.

“Nossa meta é visitar os municípios tocantinenses, capacitando o maior número possível de coordenadores e professores, que trabalham com o Ensino Fundamental”, afirma a coordenadora do Grupo Estadual de Educação Fiscal do Tocantins (Gefe), Andreia Feitosa.

Sobre a temática foram apresentadas as palestras, Um olhar para a cidadania na escola, pelo professor e gerente de Educação Profissional da Seduc, Josiel Gomes, e apresentação dos programas Nacional e Estadual de Educação Fiscal, por Andreia Feitosa e Elmírian Guedes, gerente de capacitação da Escola de Gestão Fazendária do Tocantins (Egefaz).

“Pedir a nota fiscal não significa que vou pagar imposto a mais e sim, que os tributos que estão incluídos no preço das mercadorias serão recolhidos aos cofres públicos e que vou ter meus direitos garantidos”, explicou o professor Josiel Gomes.

Além das palestras, os professores participaram da oficina Educação Fiscal no Currículo Escolar, com a professora e assessora Técnica da Seduc, Nelma Maria Matias Pinheiro.

Para a coordenadora pedagógica da Escola Municipal Maringá, Ejucélia Mota, a oficina foi um momento rico para todos os coordenadores e professores. “A oficina trouxe informações valiosas que nos permitiu perceber a importância da Educação Fiscal na escola e no processo ensino aprendizagem, alinhando os conteúdos apresentados à Base Nacional Comum Curricular (BNCC)”, diz Ejucélia Mota.

“É muito importante tanto para Araguatins como para todos os municípios do Estado trabalhar o tema Educação Fiscal em sala de aula. Assim, estaremos ajudando a formar cidadãos conhecedores dos seus direitos e deveres, participativos e conscientes de onde vêm e para onde vão os tributos pagos pela sociedade”, destaca o vereador e orientador educacional do Município, Leocy Ferreira Mota.

“O que? Por quê? Para que? Onde aplicar? A partir das respostas dessas perguntas conseguimos perceber a importância de desenvolver nas escolas a cultura da Educação Fiscal e também de exigir o documento fiscal no ato da compra de produtos e serviços”, explica a técnica em Educação Fiscal da regional de Tocantinópolis, Janilene Sousa.

Compartilhe esta notícia