Polícia Civil prende em Palmas homem considerado um dos mais influentes traficantes do Estado

10/10/2019 - Wherbert Araújo/Governo do Tocantins

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 1ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos (Denarc) Palmas e da Delegacia de Polícia Interestadual e Captura (Polinter), prendeu na noite desta quarta-feira, 9 no Jardim Aureny III em Palmas, um homem de iniciais L . A. de S., 34, vulgarmente conhecido como “Pirata”. De acordo com as investigações da Denarc, ele é um dos traficantes mais influentes no Estado, coordenando 90% do tráfico em Araguaína e com inter-relação em redes de distribuição em estados vizinhos.

O traficante foi preso em seu apartamento no Aureny III, região sul de Palmas. No local, os policiais encontraram porções de cocaína de alta pureza, além de R$ 7 mil em espécie. Segundo o delegado Alexander Pereira da Costa, “Pirata” passou a ser investigado em janeiro de 2019, quando  C. W. G S foi preso em flagrante no momento em que recebeu um carregamento de 19 kg de maconha em Araguaína, no norte do Estado.

Ainda segundo o delegado, no dia seguinte à prisão de C. W. G. S e apreensão dos 19 kg de maconha, a polícia civil localizou uma residência que era utilizada por “Pirata” como depósito. Na ocasião, um homem e uma mulher foram presos em flagrante portando 300 g de cocaína de alta pureza, R$ 5.772 em espécie e um caderno contendo anotações referentes à contabilidade do tráfico. “Com base na análise do material nas duas prisões, conseguimos identificar que “Pirata” era um dos principais responsáveis pela distribuição e comercialização de entorpecentes de Araguaína e cidades circunvizinhas”, afirmou.

Após saber que vinha sendo investigado, “Pirata” fugiu de Araguaína e passou a atuar na cidade de Palmas, onde foi localizado nesta quarta-feira, 9, após uma ação conjunta entre a Denarc de Araguaína e Palmas e a Polinter.

O delegado ressaltou que, mesmo sem ser localizado na ação policial em fevereiro, “Pirata” respondia por duas ações penais por tráfico e associação para o tráfico. “Agora ele vai responder por diversas ações penais por tráfico e associação para o tráfico, visto que as investigações demonstraram que ele era o principal responsável por uma complexa rede de distribuição de drogas no Estado, com conexões com os estados de Goiás, Pará e Distrito Federal”, afirmou.

Após ser preso em flagrante e passar pelos procedimentos cabíveis, o homem foi encaminhado para a Casa de Prisão Provisória de Palmas.

Compartilhe esta notícia