Polícia Civil prende suspeito de ser um dos maiores traficantes de Araguaína

14/09/2020 - Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins

Policiais Civis da 2ª Divisão Especializada em Narcóticos (2ª Denarc), de Araguaína, comandados pelo delegado José Anchieta de Menezes Filho, efetuaram nesta segunda-feira, 14, a prisão de um indivíduo, de 37 anos, vulgo “Tocantins”. Ele é considerado um dos maiores traficantes da cidade do norte do Estado. Na ocasião, os policiais civis também prenderam mais duas mulheres e apreenderam cerca de 8kg de crack, várias porções de maconha, bem como a quantia de R$ 6.200, em dinheiro, proveniente do tráfico de drogas.

Conforme a autoridade policial, a ação que resultou nas prisões e apreensões de drogas já estava em curso desde 2019, quando os policiais civis da Unidade Especializada desarticularam uma grande estrutura criminosa, que era responsável por trazer grande quantidade de drogas do Estado do Mato Grosso para a cidade de Araguaína, onde era distribuída em pontos de venda entorpecentes.

“Há mais de um ano vínhamos investigando essa associação criminosa, desde então, já efetuamos a apreensão de dezenas de quilos de entorpecentes, além das prisões de várias pessoas envolvias com o tráfico”, disse o delegado. No entanto, no início de 2019, “Tocantins”, foi preso no Mato Grosso e passou a cumprir pena de mais de 49 anos por crimes diversos. Nesse meio tempo, seus comparsas continuaram com as atividades criminosas de tráfico e continuavam fazendo viagens regulares em carros de passeio, de Mato Grosso para Araguaína, trazendo grande quantidade de drogas.

Já em 2020, “Tocantins” foi solto da cadeia e voltou para Araguaína, onde intensificou o tráfico e se tornou um dos maiores traficantes do Tocantins. Contudo, após comparsas terem sido presos, ele mesmo passou a ir até o Mato Grosso e trazer as drogas para a cidade de Araguaína. Assim, após compartilhamento de informações com a Polícia Civil do estado vizinho, os policiais civis da 2ª Denarc, descobriram que o indivíduo acabara de retornar para Araguaína, trazendo um grande carregamento de drogas.

Os policiais civis foram até o endereço de uma das mulheres que faz parte da associação criminosa e perceberam quando o suspeito deixou vários itens no local e se retirou. Os policiais fizeram monitoramento no local e na manhã desta segunda-feira, 14, voltaram a residência, situada no setor Presidente Lula, onde localizaram e apreenderam quase 8kg de crack, bem como cerca de 1kg de maconha, que estavam de posse de uma mulher, de 27 anos, que foi presa em flagrante por tráfico de drogas.

Em seguida, os policiais se deslocaram até outro imóvel no setor Santa Inês, onde encontram “Tocantins” e sua companheira, de 28 anos, os quais estavam de posse de duas porções de maconha, bem como R$ 6.200 em dinheiro. Desse modo, ambos foram presos e conduzidos até a sede da 2ª Denarc, onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Após a realização das providências legais cabíveis, as mulheres foram recolhidas à Cadeia Feminina de Babaçulândia e o homem foi encaminhado para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA). Todos, agora estão à disposição do Poder Judiciário.

 

Edição: Lenna Borges

Compartilhe esta notícia