Reforma de unidades e novos serviços marcam a Saúde em 2008

23/12/2008 - Caroline Falcão e Shirley Cruz

No ano em que o Tocantins completou 20 anos, o SUS - Sistema Único de Saúde também comemorou a sua criação. Desde então, grandes avanços ocorreram no setor da Saúde. No início eram apenas três unidades de saúde, com 64 leitos. Após esses anos, o Estado passou a ter em sua estrutura 19 Hospitais Regionais, com quase três mil leitos e 61 UTI's, entre adulto, pediátrica e neonatal.

Em 2008, a Saúde iniciou a reforma e adequação de suas unidades hospitalares. Começando pelo Hospital Regional de Arraias, que após 17 anos de existência passou por sua primeira adequação. O HRDR - Hospital e Maternidade Dona Regina também ganhou novas instalações da UTI e do Banco de Leite Humano. Além da ampliação, todo o prédio do HRDR está passando por uma reforma geral, que será realizada de forma gradual, de modo a não prejudicar o atendimento.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Eugênio Pacceli de Freitas Coêlho, a intenção é reformar e adequar os hospitais da rede. 'Tudo isso para qualificar os serviços de assistência à saúde e melhorar a qualidade do atendimento aos usuários do SUS', explicou.

A adequação da rede de saúde levou à inauguração do setor de imaginologia do HGP - Hospital Geral de Palmas, como também a instalação da Unacon - Unidade de Alta Complexidade em Oncologia. Outros serviços implantados foram o pronto-socorro odontológico do Hospital Regional de Gurupi e a reforma do pronto-socorro do Hospital Regional de Araguaína.

Os investimentos na Saúde também são destaque no governo atual, fato esse comprovado por relatório do Ministério da Saúde, que destaca o Tocantins entre os quatros estados que mais investem no setor, ficando atrás apenas do Amazonas, Distrito Federal e Roraima. Ressalte-se ainda que somente nove estados atingiram o percentual de 12% de investimento dos recursos em gastos com saúde. O Tocantins, desde 2004, tem ultrapassado o percentual estabelecido pela Emenda Constitucional - EC 29/00, que é de 12% da receita líquida de impostos e transferências constitucionais e legais, nos gastos com a saúde da população.

Com uma gestão séria na aplicação dos recursos financeiros e em busca de saúde com mais qualidade para a população, o Estado vêm ganhando destaque nacional na área da Saúde, com ênfase na participação efetiva do secretário Eugênio Pacceli de Freitas Coêlho no Conass - Conselho Nacional de Secretários de Saúde, onde exerce o cargo de vice-presidente da entidade na região Norte. Pacceli também é corregedor do SUS. Todas estas responsabilidades o levaram a conhecer sistemas de saúde internacionais, com visita a Portugal e Espanha. Sistemas de Saúde Pública que poderão servir de exemplos para investimentos e melhorias na Saúde no Tocantins.

O Estado também é destaque nacional na área da Vigilância e Proteção à Saúde. Pelo segundo ano consecutivo, desta vez na área da saúde do trabalhador, a Sesau saiu vencedora da VIII Expoepi - Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças, com o projeto 'Informação e Vigilância em Saúde do Trabalhador no Tocantins: Ação Intra e Intersetorial no município de Dianópolis', ganhando o prêmio de R$ 30 mil.

Qualidade

Com o objetivo de melhorar a acessibilidade e qualidade dos serviços de Saúde, a Sesau lançou a campanha 'Rede de Saúde do Tocantins - Saúde: Aqui Você Tem +'. Inédita, a campanha foi idealizada para facilitar a compreensão por parte da população de onde procurar os serviços de saúde oferecidos pelo SUS, nas unidades de saúde disponíveis nos municípios e na rede estadual. Para isso, foram distribuídas 100 mil cartilhas, 30 mil cartazes e veiculadas peças institucionais nas redes locais de televisão e rádios.

Para reforçar a campanha 'Rede de Saúde do Tocantins - Saúde: Aqui Você Tem +'Aliado, a secretaria também está realizando o projeto 'Sou Doutor em Atendimento', que tem o objetivo de sensibilizar os servidores dos 19 hospitais regionais do Estado para a necessidade da melhoria na qualidade do atendimento e acolhimento aos usuários do SUS.

Para Pacceli, o ano de 2007 serviu para a reorganização da pasta. Já em 2008 ocorreu o aperfeiçoamento da gestão, com adequação dos serviços de saúde e planejamento em todas as áreas para investimentos futuros que melhorarão o atendimento aos usuários do SUS. 'Esperamos, com isso, que a população do Tocantins possa ter um serviço cada vez mais de qualidade, sem ter que se deslocar para outras regiões, nos tornando também referência para outros estados', destacou.