Servidores da Educação discutem propostas sobre o uso sustentável da água durante Fórum em Brasília

20/03/2018 - Thaís Souza/Governo do Tocantins

Iniciou nesta segunda-feira, 19, em Brasília, no centro de Convenções Ulysses Guimarães, o principal evento mundial sobre recursos hídricos, o 8º Fórum Mundial da Água. A ação organizada pelo Conselho Mundial da Água visa contribuir para o diálogo do processo decisório sobre o tema em nível global para fortalecer a conscientização do uso racional e sustentável deste recurso.

Com mais de 200 debates e sessões sobre diversas questões relacionadas à água, o fórum acontece até o dia 23 de março, e reúne participantes de 170 países. Do Tocantins, cinco comitês de Bacias Hidrográficas, formados por cerca de 60 pessoas representam o Estado. São eles o Comitê Lago de Palmas, Rio Manoel Alves, Rio Formoso, Rio Lontra e Corda e Santo Antonio e Santa Teresa. Além dos grupos, servidores da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) participam da ação em Brasília.

Para a gerente de Educação Ambiental da Seduc, Roselice Ferreira, a participação no Fórum amplia o conhecimento, a importância do uso consciente dos recursos hídricos e a necessidade da participação social. “O evento proporciona a oportunidade de interação com profissionais da área que trabalham em diversos segmentos como cientistas, pesquisadores e outros participantes, geralmente pessoas que já passaram por situações complexas quanto à escassez da água, que apresentam propostas de soluções mais adequadas embasadas nas questões climáticas do País”, contou.

Programação

Com uma programação diversificada, a feira é um espaço cujo acesso é gratuito, aberto ao público. Um espaço de descontração, educação, integração e intercâmbio de informações sobre a água, onde as pessoas podem participar de atividades formativas, culturais, interativas, sensoriais e de construção de diálogos voltados para melhorar o uso da água. O Fórum acontece a cada três anos, e esta é a primeira vez que o evento é realizado no Hemisfério Sul.

As edições já foram realizadas em Marrakesh/Marrocos, 1997; Haia/Holanda, 2000; Quioto/Japão, 2003; Cidade do México/México, 2006; Istambul/Turquia, 2009; Marselha/França, 2012; Gyeongju e Daegu/Coréia do Sul, 2015. 

5ª Conferência Infantojuvenil

Roselice Ferreira lembrou ainda que, durante o evento, acontece também a 5ª Edição da Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, que traz como tema central Vamos cuidar do Brasil, cuidando das Águas, que será coordenada pela equipe da Seduc. “A Conferência Infantojuvenil busca mobilizar as escolas públicas e privadas e, trabalhar as unidades como promotoras de conhecimento, por meio de ações e projetos para os mais diversos usos múltiplos da água, um bem comum indispensável à sobrevivência humana, obedecendo os critérios de participação na conferência”, destacou a participante que também coordenará a Câmara Técnica de Educação Ambiental da Bacia Hidrográfica do Lago de Palmas (CBHLP).

Veja também outras notícias